Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Quando nossa mente é o problema...
Lis Offline
Member
***

Respostas: 59
Likes Given: 0
Likes Received: 54 in 46 posts
Registrado em: Oct 2012
Reputação: 78
Resposta: #11
RE: Quando nossa mente é o problema...
(10-12-2012 01:56)Luiza Escreveu:  
(03-11-2012 04:48)Lis Escreveu:  Bom gente, não tenho mais vida graças as porcarias das estrias. Simples assim.
Tenho medo de me olhar no espelho, faço as rolagens com panos tampando os espelhos, tomo banho com as luzes apagadas, não consigo nem provar uma roupa nova em alguma loja pelo simples fato de me ver naquele espelho. Fico de 5 em 5 min olhando para meu corpo, como se por um milagre minha pele estivesse limpa de novo mas aí, toda vez que me vejo começo a chorar.
Não aguento mais chorar. Tenho muita fé em Deus e até campanhas já fiz pra me livrar dessas porcarias.
Meu sonho sempre foi ser modelo comercial. Já recebi uns 5 convites para isso, mas nunca compareço a nenhuma Agência por medo de ter que exibir meu corpo com essas malditas.
As estrias não são somente uma imperfeição na minha pele...elas tem roubado meus sonhos, tirado meu sono, me matado aos poucos.
Quase terminei com meu namorado ontem porque nem namorar estou conseguindo mais. A situação está muito complicada pra mim.
Morro de medo do meu namorado me achar feia, me largar por causa dessas listras...Ele nem imagina que sou forrada de estrias desde o bumbum até a canela ;/ Tenho até dó dele por ele estar com alguém como eu.
Fico triste quando saímos juntos ao shopping por exemplo, e tooooooodas as mulheres e garotas estão de shortinho, sainha, vestidinho exibindo aquelas pernas perfeitas (ou nem tanto assim, mas SEM estrias!) e eu de calças o tempo inteiro.
Meu, não aguento mais. To ficando louca gente. Isso tá me perturbando demais. Nem na facul consigo me concentrar.
Minha mãe não me aguenta mais. Ela quer me passar num psicólogo porque diz que isso não é normal e eu estou ficando doente.
Mas na verdade, acho que estou doente mesmo porque perdi minha vida há muito tempo. Tenho nojo de mim, me sinto inferior.
Eu só quero ser feliz. Poder olhar pra mim e não sentir nojo ou cair no desespero. Não quero perfeição. Só quero minha pele sadia novamente. Sem essas marcas horríveis que me atormentam a cada dia. Se pelo menos as das pernas (joelho, atrás do joelho e panturrilhas) fossem eliminadas de vez, já seria a mulher mais feliz do mundo.
Gente, alguém aí passou/passa por isso? como fizeram pra sair dessa? pra ficar bem novamente? Porque eu quero ficar bem, não aguento mais chorar todo santo dia e me odiar a cada segundo.
Preciso de ajuda.


Nossa, me identidiquei muito com sua história. Triste isso. Tb tenho estrias na batata da perna, é horrível sair com as amigas, todo mundo de shortinho e vc de calça. Acho que ainda mais quando se tem um corpo bonito, quando se é bonita que parece ser o teu caso. Ultimamente resolvi chutar o balde, estou de namorado novo, ele é lindo, só viu minhas estrias um tempo depois q já estava apaixonado, agora ele nem liga, mas acho que se tivesse reparado antes, não teria me dado bola. Tive outro namoro de 6 anos onde ele nem se importava, é claro que a gente sabe que o bumbum todo riscado não é bonito, a panturrilha então, isso me mata!! Mas nunca impediu os homens de se aproximarem. Eu me sinto horrível, as pessoas olham, devem pensar coisas, evito ir na frente qd estou de shortinho (as vzs me arrisco colocar as pernas de fora de dia). Tenho uma dica, à noite, vc pode usar saia e short à vontade, eu uso uma base da Renew Avon, consegui bem proximo do tom da minha pele, nem dá pra perceber que tenho estrias na panturrilha, uso e abuso e carrego na bolsa pra retocar, experimente, vale a pena. Pelo menos a noite vc pode usar roupas curtas! De dia, me arrisco às vzes e me sinto um monstro. Quero viajar no carnaval para a Bahia e tô imaginando como vai ser desfilar de shortinho e todo mundo me olhando, meu namorado todo lindo andando comigo... Sad Parece castigo!

Nossa Luiza :/ você tem só na panturrilha? Meu, é horrível não poder usar essas roupinhas ;/ me sinto um monstro também...as vezes sinto nojo de mim.
Obrigada pela dica *-*
Você está em algum tto?
17-12-2012 07:40
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Lis's post:
A1
Larissa Utalico Avelino Lima Offline
Novato
**

Respostas: 4
Likes Given: 0
Likes Received: 5 in 4 posts
Registrado em: Dec 2012
Reputação: 8
Resposta: #12
RE: Quando nossa mente é o problema...
Lis, me identifiquei muito com você! Eu sei quanto é triste não podermos usar short, saia ou vestido, principalmente por conta dessas malditas na batata da perna! Quando eu olho qualquer mulher mostrando as pernas, me sinto inferior, menos mulher. Parece que só eu fui acometida por essa tragédia. Pelo menos, até esse ver esse fórum não conhecia ninguém que tinha tantas quanto eu. Já me arrisquei a usar à noite vestidos, mas fiquei com muita vergonha, toda vez que sentia que tinha alguém atrás de mim me virava para evitar que ela olhasse esses monstros! E quando é um lugar que tem pessoas por todo lado? TRISTE!

Mas sei que um dia, nós juntos, através desse fórum, iremos descobrir uma solução e voltaremos a ter nossa vida digna! Coragem Lis, vamos acreditar que é possível!
22-12-2012 02:52
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Larissa Utalico Avelino Lima's post:
A1
Lis Offline
Member
***

Respostas: 59
Likes Given: 0
Likes Received: 54 in 46 posts
Registrado em: Oct 2012
Reputação: 78
Resposta: #13
RE: Quando nossa mente é o problema...
(22-12-2012 02:52)Larissa Utalico Avelino Lima Escreveu:  Lis, me identifiquei muito com você! Eu sei quanto é triste não podermos usar short, saia ou vestido, principalmente por conta dessas malditas na batata da perna! Quando eu olho qualquer mulher mostrando as pernas, me sinto inferior, menos mulher. Parece que só eu fui acometida por essa tragédia. Pelo menos, até esse ver esse fórum não conhecia ninguém que tinha tantas quanto eu. Já me arrisquei a usar à noite vestidos, mas fiquei com muita vergonha, toda vez que sentia que tinha alguém atrás de mim me virava para evitar que ela olhasse esses monstros! E quando é um lugar que tem pessoas por todo lado? TRISTE!

Mas sei que um dia, nós juntos, através desse fórum, iremos descobrir uma solução e voltaremos a ter nossa vida digna! Coragem Lis, vamos acreditar que é possível!

Oi Larissa, fico triste por você. Porque não desejo nem pro meu pior inimigo o que eu tenho enfrentado Sad
É horrível demaaaaais ser limitada. Não poder fazer coisas simples do dia a dia que todo mundo faz. Por isso me sinto inferior. Como se fosse menos bonita por causa dessas porcarias.
Em mim, não faço a menor ideia do porque surgiram. Sou baixinha, magrela, nunca variei meu peso, tomo muito líquido sempre, sou apaixonada por cremes e ninguém na família tem tendência a ter. As mulheres da família só tem devido a gravidez e ainda assim, por incrível que pareça, elas tem menos que eu! Dá pra entender?
Sad mais um motivo pra eu ficar com raiva de tudo mesmo.
Meu, tenho mais que minha tia que é mãe de 4! --'
Mas enfim...me sinto desencorajada querida...Mas parada eu não vou ficar.
(Resposta editada pela última vez em: 24-12-2012 01:05 por Lis.)
23-12-2012 12:16
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Lis's post:
A1
A1 Offline
Exterminador de Estrias
*******

Respostas: 227
Likes Given: 296
Likes Received: 23 in 20 posts
Registrado em: Sep 2012
Reputação: 0
Resposta: #14
RE: Quando nossa mente é o problema...
(25-11-2012 01:05)Tatiana Escreveu:  
(24-11-2012 10:58)A1 Escreveu:  Tatiana, a qual dos testemunhos você se refere? Obrigado.

Quando você disse que a dermatologista ficou impressionada com o resultado das estrias do ombro, você não acha que foi por você ter feito aquela sessão de laser?

Tatiana, a sessão de laser foi feita nos dois lados. O ombro esquerdo já estava melhor que o direito antes dela, mas melhorou ainda mais depois da rolagem.

Grande abraço.
23-12-2012 06:06
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
Werther Offline
Novato
**

Respostas: 7
Likes Given: 0
Likes Received: 10 in 7 posts
Registrado em: Dec 2012
Reputação: 14
Resposta: #15
RE: Quando nossa mente é o problema...
Olha, não sei em que parte do forum vi alguém falando algo muito importante, que descreveu exatamente o que eu tava passando e pensando no memento. Dizia que um problema como esse como é o das estrias acaba pautando toda nossa vida e, acabamos por nivelar todo o resto pelo problema das estrias, pois, de fato, chegamos a pensar "de que adianta estudar, ter uma carreira de sucesso etc" se estamos privados de coisas básicas da vida, como usar uma roupa mais leve e mesmo tirar a roupa na frente de alguém. É, realmente, uma grande e triste limitação, algo que,mesmo teoricamente não incapacitando-os, restringe igualmente alguns movimentos básicos da vida. Mas acho que a nossa grande batalha é mesmo essa, a de não deixarmos ser suprimidos pelas estrias, não deixar que ela nos torne maior do que nós, maior do que nossa própria personalidade, do que nossas habilidades, do que nossas qualidades... Não deixar que ela assuma o controle de nossa vida, essa, para mim, junto com a real eliminação das malditas, é a grande batalha. Não sei se devido a isso causar certo complexo de inferioridade, mas sempre tentei ser sempre o melhor nas coisas que me propus a fazer, pois pelo menos no meu caso nunca bastou ser igual, ou por outra, nunca me foi dado esse privilégio de ser igual, sempre que tive que ser o melhor ou o pior, porque nunca tive a oportunidade de ser igual, estive sempre, infelizmente, abaixo ou acima dos demais, pois devido a vários problemas que sempre tive com o meu corpo, foi essa a situação que a vida me colocou, e recentemente ela me botou numa ainda mais complexa, pois quando a verdade, que eu tentava disfarçar para mim mesmo, caiu como um raio sobre minha cabeça, surgiu a seguinte questão: parar e desistir de tudo, e desistir literalmente da vida, ou seguir em frente e chegar mesmo no topo, e ser simplesmente o melhor. Em última análise minha natureza me faz escolher a segunda opção.
31-12-2012 11:29
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 3 users Like Werther's post:
A1, leticia, Tatiana
A1 Offline
Exterminador de Estrias
*******

Respostas: 227
Likes Given: 296
Likes Received: 23 in 20 posts
Registrado em: Sep 2012
Reputação: 0
Resposta: #16
RE: Quando nossa mente é o problema...
Werther,

Fui eu quem escreveu a respeito de as estrias puxarem todas as demais áreas da nossa vida para baixo. Há várias explicações científicas para isso, e uma delas é a da criação de uma dissonância cognitiva no indivíduo. Na década de 50 vários pesquisadores testaram o que ocorria ao se fornecer informações que criavam contradições (não apenas lógicas) no ser humano, e comprovou-se empiricamente que o cérebro tende a eliminá-las. Exemplos:
a) Uma pessoa tem repulsa 6 (numa escala de 0 a 10) à maconha
b) Uma pessoa tem admiração 10 por um determinado professor.
-- Se esse professor fizer apologia da maconha, a repulsa da pessoa a ela diminuirá automaticamente, porque o cérebro percebe "a" e "b" como contradições.

Por essa razão os artistas são tão procurados para fazer campanhas sobre temas polêmicos. Eles não formam "opiniões" racionalmente, mas criam "contradições" psicológicas que o cérebro resolve automatica e inconscientemente. A dissonância cognitiva não é uma "teoria", repito, mas um fenômeno constatado mediante inúmeros testes.

Agora veja:
a) Alguém acredita ser um monstro devido às estrias
b) Essa mesma pessoa acredita que não será feliz enquanto tiver estrias
c) Crê, também, que as estrias não têm cura.

Por que irá ganhar dinheiro? Por que irá sair de casa? Constituir patrimônio e família estão em "contradição" com "A", "B" e "C".

Por que irá usar o dermaroller? Isso está em contradição com "c". A pessoa "sabotará" o tratamento porque o cérebro não a deixará se submeter a um processo doloroso que ela acredita não funcionar.

Além das estrias, temos uma batalha terrível a vencer na nossa própria mente. Enquanto tivermos crenças como "a", "b" e "c", nosso cérebro tenderá a eliminar tudo o que estiver em contradição com elas.

Grande abraço.
(Resposta editada pela última vez em: 22-01-2013 08:47 por A1.)
22-01-2013 08:44
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
Werther Offline
Novato
**

Respostas: 7
Likes Given: 0
Likes Received: 10 in 7 posts
Registrado em: Dec 2012
Reputação: 14
Resposta: #17
RE: Quando nossa mente é o problema...
Estamos juntos nessa batalha A1. E quero lhe agradecer sinceramente por ter criado esse forúm, foi um ato muito, muito importante, eu acredito muito no poder da informação, e juntos, com nossas informações reunidas, somos muito mais fortes e podemos muito mais. Valeu mesmo.
25-01-2013 09:29
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Werther's post:
A1
Fernanda Machado Offline
Novato
**

Respostas: 11
Likes Given: 0
Likes Received: 9 in 9 posts
Registrado em: Feb 2013
Reputação: 18
Resposta: #18
RE: Quando nossa mente é o problema...
Nossa meninas essa matéria ficou ótima eu também me sinto deprimida muitas vezes quando eu olho minhas estrias no espelho eu estou fazendo tratamento agora com o dermaroller espero sinceramente que dê certo eu comprei o meu no http://www.lojabelabrasil.com após ter ligo o blog Amamos Dicas com informações passo a passo de como usar o dermaroller em casa.

http://amamosdicas.blogspot.com.br/2013/...passo.html
14-02-2013 08:59
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Fernanda Machado's post:
A1
ELANE Offline
Novato
**

Respostas: 5
Likes Given: 0
Likes Received: 4 in 4 posts
Registrado em: Apr 2013
Reputação: 6
Resposta: #19
RE: Quando nossa mente é o problema...
pessoal, sei que cada caso é um caso, mas temos em primeiro lugar que curar a nossa mente, como bem diz o título do tópico.
tambem sempre fui magra, nunca variei muito o peso, sou baixinha, minha mãe e tias não tem estrias e eu tenho muitas no bumbum. era muito frustrada mesmo com isso e tinha vergonha do meu namorado. só transava a meia luz/escuro ou debaixo do lençol. biquini na praia nunca! sempre de bermuda, até se fosse só com a família. até se fosse sozinha. aliás, eu evitava qualquer situação como essa de mostrar o corpo... pois me achava muito magricela, além de ter as benditas estrias.
não sei exatamente o que, como, quando aconteceu. mas os últimos anos foram bons e eu me resolvi com muita coisa. eu alisava o cabelo crespo desde os 15. resolvi assumir os cachos/crespos naturais. hoje gosto do meu cabelo como é e ganho muitos elogios por ele. isso é só um exmplo ne? continuo magra, mas agora faço atividades e não sou magra pálida com cara de doente. hahaha
e as estrias? sim elas continuam aqui. incomodam? sim! mas nao vou deixar de viver ou deixar elas me consumirem! alias, quebrei um grande tabu na minha vida que foi (desculpem a franqueza) transar de luz acesa. e o cara não era meu namorado. e ele disse que sou linda. quer saber? aceito o elogio, muitisimo obrigada! eu não sou as estrias que tenho por uma infelicidade da biologia ou sei la o que. resolvi acreditar que sou mais que isso.
semana passaada foi a primeira vez que usei na praia biquini. ok que eu estava sozinha mas um passo de cada vez ne? me senti otima, pois tive orgulho de mim por encarar uma vergonha de frente e percebi que ninguem é perfeito.

isso nao significa que desisti ou me conformei. acabei de comprar um produto super caro pra continuar tentando eliminar ou amenizar o maximo possivel. mas nao tenho como dar pause na minha vida até esse dia chegar. quando nos espantamos a vida passou. isso eh só um desabafo, no sou exemplo de vida pra ninguem, mas lembrem disso. o tempo nao vai esperar... a gente tem que viver. se tem gente sofrendo muito, chorando, depressiva por causa disso (nao to dizendo que é bobagem o que vc ta passando, nao é!), o melhor é procurar ajuda psicológica também. a nossa mente é muito poderosa e a gente nao deve brincar com isso.
vamos curar nossas mentes!!!
25-04-2013 01:57
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes ELANE's post:
A1
Lis Offline
Member
***

Respostas: 59
Likes Given: 0
Likes Received: 54 in 46 posts
Registrado em: Oct 2012
Reputação: 78
Resposta: #20
RE: Quando nossa mente é o problema...
(25-04-2013 01:57)ELANE Escreveu:  pessoal, sei que cada caso é um caso, mas temos em primeiro lugar que curar a nossa mente, como bem diz o título do tópico.
tambem sempre fui magra, nunca variei muito o peso, sou baixinha, minha mãe e tias não tem estrias e eu tenho muitas no bumbum. era muito frustrada mesmo com isso e tinha vergonha do meu namorado. só transava a meia luz/escuro ou debaixo do lençol. biquini na praia nunca! sempre de bermuda, até se fosse só com a família. até se fosse sozinha. aliás, eu evitava qualquer situação como essa de mostrar o corpo... pois me achava muito magricela, além de ter as benditas estrias.
não sei exatamente o que, como, quando aconteceu. mas os últimos anos foram bons e eu me resolvi com muita coisa. eu alisava o cabelo crespo desde os 15. resolvi assumir os cachos/crespos naturais. hoje gosto do meu cabelo como é e ganho muitos elogios por ele. isso é só um exmplo ne? continuo magra, mas agora faço atividades e não sou magra pálida com cara de doente. hahaha
e as estrias? sim elas continuam aqui. incomodam? sim! mas nao vou deixar de viver ou deixar elas me consumirem! alias, quebrei um grande tabu na minha vida que foi (desculpem a franqueza) transar de luz acesa. e o cara não era meu namorado. e ele disse que sou linda. quer saber? aceito o elogio, muitisimo obrigada! eu não sou as estrias que tenho por uma infelicidade da biologia ou sei la o que. resolvi acreditar que sou mais que isso.
semana passaada foi a primeira vez que usei na praia biquini. ok que eu estava sozinha mas um passo de cada vez ne? me senti otima, pois tive orgulho de mim por encarar uma vergonha de frente e percebi que ninguem é perfeito.

isso nao significa que desisti ou me conformei. acabei de comprar um produto super caro pra continuar tentando eliminar ou amenizar o maximo possivel. mas nao tenho como dar pause na minha vida até esse dia chegar. quando nos espantamos a vida passou. isso eh só um desabafo, no sou exemplo de vida pra ninguem, mas lembrem disso. o tempo nao vai esperar... a gente tem que viver. se tem gente sofrendo muito, chorando, depressiva por causa disso (nao to dizendo que é bobagem o que vc ta passando, nao é!), o melhor é procurar ajuda psicológica também. a nossa mente é muito poderosa e a gente nao deve brincar com isso.
vamos curar nossas mentes!!!

Concordo com tudo e agradeço a contribuição (:
Mas o problema é quando você tem MUITAS estrias em VÁRIAS partes do corpo sem nenhum motivo aparente.
Eu por exemplo, tenho as pernas lotadas disso. E minhas pernas são super curtinhas (porque sou baixinha) e finas. Nunca uso nada que mostre as pernas. Pra eu trocar de roupa é uma tortura. Não uso shorts nem em casa e sinto nojo de mim mesma. Imagina uma mulher sem usar vestidinhos, sainhas e afins? Sad E o pior, sendo super nova e vendo todo mundo normal usando.
Como faz quando se tem estrias em exagero? estrias que ficam visíveis a qualquer um e não só no bumbum onde poucos veem. Se você que tem no bumbum se sentia insegura, imagina eu. Me sinto um lixo. Injustiçada. Sério.
Só quem tem MUITAS estrias e vive uma vida limitada devido a essas porcarias, assim como eu tenho vivido, sabe como é.
(Resposta editada pela última vez em: 25-04-2013 02:26 por Lis.)
25-04-2013 02:24
Encontrar todas as respostas deste usuário Like Post Citar esta mensagem em uma resposta
[-] The following 1 user Likes Lis's post:
A1
Responder 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitantes